Chifre-de-veado

Como cuidar e tirar mudas da samambaia que é uma verdadeira escultura

Chifre-de-veado Como cuidar

O Chifre-de-veado ou Platycerium bifurcatum é daquelas plantas que se destacam em qualquer paisagismo.

O formato escultural dessa incrível samambaia é simplesmente surpreendente, e o mais legal de tudo é que você pode cultivá-la aí na sua casa.

O Chifre-de-veado é nativo das florestas tropicais do sudeste da Austrália. 

É uma planta epífita, ou seja, vive agarrada nas árvores, mas não é parasita.

Sua estrutura é formada de 2 tipos diferentes de folhas:

As folhas inferiores ou de base, têm formato de escudo. Já as outras folhas, têm o feitio que lembra o chifre dos veados.

A principal função desse escudo é fixar a planta ao suporte onde vive, além de coletar toda a matéria orgânica que cai dos galhos das árvores e que acaba se transformando em nutrientes. Também protege as raízes e preserva a umidade que precisam. 

As folhas que formam o escudo, são verdes quando novas, mas vão ficando marrons e com aspecto de papel seco com o passar do tempo.

São estéreis, ou seja, não têm papel reprodutivo.

As folhas em formato de chifre, nascem a partir do escudo e, quando jovens, não têm a ponta dividida.  

À medida que vão crescendo, suas extremidades se bifurcam em 2 ou mais pontas e ficam ligeiramente pendentes, enquanto a parte anterior da folha permanece mais ereta.

Chifre-de-veado brotação

As folhas da base em forma de escudo, são verdes quando novas e com o tempo fica marrons, parecendo papel seco

Na fase adulta, as folhas bifurcadas são cobertas por uma penugem branca, que por vezes faz a folha parecer que é verde prateado.

Essa cobertura é uma proteção natural da folha e deve ser preservada.

Sendo assim, é muito importante que você não limpe as folhas de seu Chifre-de-veado com pano nem com escovinha. Se perceber algum acúmulo de poeira ou outro tipo de sujeira, pulverize as folhas com água.

Diferente da maioria das espécies que produz flores para garantir sua reprodução, as plantas que fazem parte do grande grupo que inclui os Chifres-de-veado, Samambaias, Avencas entre outras, se multiplicam por esporos, que são minúsculos corpos unicelulares.

Quando adulto, o Chifre-de-veado mostra na parte de trás de suas folhas, quase sempre nas extremidades, grandes concentrações de esporos. São manchas marrons, levemente aveludadas, que muitas vezes são confundidas com pragas ou doenças por quem está começando a cultivar essa planta.

Chifre-de-veado com esporos

Na fase adulta, o Chifre-de-veado fica com manchas amarronzadas que são concentrações de esporos, indicando que a planta está em fase de reprodução.

Veja agora, os principais cuidados que você deve ter para cultivar em casa o Chifre-de-veado.
Vamos lá?

Luz:

Na natureza, o Chifre-de-veado vive debaixo das copas das árvores. Isso proporciona um ambiente onde boa parte da luz é filtrada antes de chegar até ele. Sendo assim, procure colocar seu Chifre-de-veado em um local com luz intensa, porém, difusa. 

O local pode até receber um pouco de sol no início da manhã, porém, não é recomendado colocar a planta sob sol forte.

Onde plantar o Chifre-de-veado?

Por ser uma planta epífita, que vive agarrada ao tronco das árvores, é sempre mais indicado imitar esse mesmo tipo de ambiente para a planta.

Há alguns anos comprei meu primeiro Chifre-de-veado. A planta veio em um vaso de plástico tipo cuia, como normalmente encontramos no comércio.

Confesso que não tinha muito conhecimento sobre a planta, e não me preocupei em trocá-la de vaso.

Coloquei o Chifre-de-veado na varanda, onde havia bastante luminosidade, e mantinha a planta sempre úmida. Mas, percebi que mesmo depois de muitos meses a planta não se desenvolvia. Na verdade, notava que as folhas não tinham mais aquele verde intenso de antes e as folhas novas caiam antes de ficarem adultas.

Foi então que, depois de ler bastante sobre a planta, decidi colocá-la numa placa de fibra de coco, e o resultado não poderia ser melhor. 

Em pouco tempo a planta começou a mostrar sinais de crescimento, com folhas mais verdes e  grandes,  além de desenvolver mudas nas laterais.

Por conta dessa experiência pessoal, minha recomendação é de que fixe sua planta em uma placa de fibra de coco ou madeira. O processo é bem simples, mas para facilitar seu entendimento, sugiro que assista ao vídeo onde a paisagista Lucia Borges do Canal Vida no Jardim ensina o passo-a-passo que eu mesmo segui.

Mas, se mesmo assim você preferir cultivar o Chifre-de-veado em vaso, jamais use terra comum de plantio. 

Prefira usar substrato próprio para orquídeas, que possui muitas cascas e fibras, reproduzindo as características do tronco das árvores na natureza.

Neste caso, lembre-se de NUNCA cobrir a folha em formato de escudo com substrato, pois isso pode matar sua planta.

Como regar o Chifre-de-veado?

Por serem plantas que vivem naturalmente em florestas tropicais úmidas, debaixo das copas das árvores, apreciam alta umidade, logo, não gostam de vento.

É importante manter seu Chifre-de-veado em ambiente úmido.

Em área externa, evite áreas com correntes de vento que secarão o substrato ou a placa de fibra de coco rapidamente.

Se sua planta estiver sendo cultivada em vaso, pode ser que você encontre um pouco de dificuldade para regar, já que provavelmente a folha da base estará cobrindo todo o substrato. 

Nesse caso, você vai precisar mergulhar o vaso num recipiente com água, de forma a umedecer todo o substrato até a raiz. Evite mergulhar a folha em forma de escudo, pois o acúmulo de água entre as lâminas pode causar apodrecimento.

Se seu Chifre-de-veado estiver fixado a uma placa, o ideal é que mergulhe da mesma forma, molhando a planta de forma abundante num tanque, com mangueira ou regador para que a placa fique bem encharcada, liberando bastante umidade para a planta.

Nos dias mais quentes, você pode pulverizar água nas folhas e também na placa, para manter a umidade.

Como adubar o Chifre-de-veado?

O Chifre-de-veado é uma planta bastante resistente, e dificilmente será necessário adubá-lo. 

Caso perceba que a planta não está se desenvolvendo mesmo depois de fazer tudo do jeito certo, use um adubo comum, do tipo NPK 10-10-10 ou 20-20-20, diluído na água conforme as instruções do fabricante e mergulhe a planta por cerca de 10 a 15 minutos de forma que a água alcance somente as raízes.

Como podar o Chifre-de-veado? 

Não há necessidade de fazer poda no Chifre-de-veado.
Quando suas folhas envelhecem, caem naturalmente. Caso alguma delas não caia sozinha, basta puxar levemente que se soltará com facilidade.

Como fazer mudas de Chifre-de-veado?

O Chifre-de-veado se multiplica por esporos. Não quero te desanimar, mas não é nada fácil obter sucesso com este processo em casa.

Mas, a boa notícia é que se sua planta estiver recebendo as condições necessárias para se desenvolver, provavelmente daqui a algum tempo ela começará a lhe presentear com brotos laterais.

Mas é preciso ser paciente. Quando surgirem os brotos, aguarde que eles se desenvolvam um pouco para só depois retirá-los. Prefira usar brotos que surjam na parte superior na planta, para que ao remover, você não deixe um buraco no escudo, o que prejudicaria a retenção de nutrientes e umidade para as raízes da planta mãe.

O Chifre-de-veado pode ser atacado por pragas?

Dificilmente o Chifre-de-veado terá problemas com  pragas, mas não é impossível de acontecer.

A praga mais comum no Chifre-de-veado, não poderia ser outra: Cochonilhas!

Pois é, sempre elas…

Observe sua planta atentamente e não deixe de agir rapidamente ao primeiro sinal de infestação. Prepare calda de sabão de coco ou de detergente e pulverize no local afetado, principalmente “nos cantinhos” mais escondidos das folhas. Lembre-se de não usar escovas, panos ou esponjas, pois removem a camada felpuda da folha, prejudicando a planta.

Mas, fica aqui um alerta extra.

Recentemente, percebi que as folhas mais novas da minha planta estavam mastigadas, e pra minha surpresa, na hora da rega descobri uma lagarta na parte de trás de uma folha. 

Só pra lembrar, as folhas do Chifre-de-veado são bem duras, o que faz com que essa espécie não esteja no cardápio das lagartas. Porém, as folhas novinhas são bastante tenras e bem macias, daí terem servido de refeição para a invasora.

Preparei para você um quadro com um resumo do que vimos sobre o Chifre-de-veado:

Nome popular

Chifre-de-veado​

Nome científico

Platycerium bifurcatum

Família

Polypodiaceae

Meia-sombra com luz indireta intensa, sem sol direto

Por ser uma planta epífita, deve ser cultivada fixada a uma placa de fibra de coco ou casca de árvore. No cultivo em vaso, use substrato de orquídeas

Rega frequente para manter o substrato úmido

Recomendada nos dias mais quentes e secos

O vento excessivo deve ser evitado para que a planta não resseque

Na natureza a planta se reproduz por esporos.
Em casa, o mais indicado é a divisão de mudas novas que nascem ao redor da planta mãe.

Se você ainda não tem um Chifre-de-veado aí na sua casa, recomendo que inclua essa planta maravilhosa na sua lista.

Ela é fácil de cuidar e se destaca em qualquer ambiente.  

Experimente e compartilhe sua experiência ou suas dúvidas nas nossas redes sociais.

Se esse conteúdo foi útil para você, não deixe de compartilhar essas informações com todos aqueles que amam plantas!

Leia também

como cuidar de ripsalis

Ripsális Cacto-macarrrão

Aprenda a cuidar e tirar mudas fácil, fácil

Como cuidar da Costela de Adão

Costela de Adão

Conheça os segredos para ter sucesso no cultivo da Monstera

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

como cuidar da palmeira rafis raphis ráfia

Palmeira Ráfis

Como cuidar da palmeira mais versátil que você pode ter em casa

Como cuidar do Antúrio

7 Segredos para você ter Antúrios sempre bonitos (e com flores)

Como cuidar da comigo ninguém pode

Comigo-ninguém-pode

Como cuidar do jeito certo e seguro

Asplênio / Samambaia Ninho-de-passarinho

Aprenda o jeito certo de cuidar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

como cuidar da avenca

Como cuidar de Avenca

7 dúvidas que podem matar sua planta

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

como regar plantas em vasos - Blog Plantas em Casa

Como regar plantas em vasos

5 dúvidas que matam suas plantas

suculentas pintadas

Suculentas Pintadas

Isso é tudo que você precisa saber sobre elas

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

como identificar cactos e suculentas

Como identificar Cactos e Suculentas

Conheça o livro que vai ajudar você a identificar seus cactos e suculentas

PUBLICIDADE

Participamos do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE