Asplênio

Como cuidar e manter essa folhagem sempre bonita

Asplenio Como Cuidar

Pode não parecer, mas essa linda folhagem é uma samambaia.

Também conhecido como Samambaia Ninho-de-passarinho por conta de sua forma que lembra um ninho, o Asplênio é uma das samambaias mais cultivadas no mundo.

Suas folhas são grandes em formato de lança, rígidas, levemente onduladas, de cor verde-clara, bastante brilhantes e dispostas em roseta.

O Asplênio é originário do Sudeste Asiático, da Austrália, África oriental e Madagascar, regiões de clima tropical, mas também é encontrado em partes da Ásia com clima subtropical.

Seu habitat natural é nas florestas tropicais, lugar de alta umidade e calor, onde vive embaixo das copas das árvores, um ambiente de meia-sombra ou sombra.

É uma planta epífita, ou seja, na floresta o Asplênio cresce agarrado em troncos, árvores ou pedras. 

Vele lembrar que as epífitas só usam outras plantas como suporte para suas raízes aéreas e retiram o alimento da atmosfera ou mesmo das fendas onde se prendem, diferente das parasitas que se aproveitam das plantas onde se agarram para retirar delas os nutrientes.

Asplenium-nidus-habitat

No seu habitat natural, o Asplênio vive agarrado em troncos, pois é uma planta epífita.

Na natureza, a Samambaia-ninho-de-passarinho pode chegar a 1,5 m de diâmetro e altura. No entanto, sendo cultivada em vasos como planta de interior, pode medir cerca de 60 a 70 cm, dependendo do tamanho do vaso onde estiver plantada.

Quando plantada diretamente no solo ou em canteiros profundos ela poderá alcançar um porte bastante próximo ao que atinge na natureza, desde que lhe sejam dadas as condições necessárias.

Apesar de suas folhas serem dispostas em formato de copo, similar ao das bromélias, os Asplênios não acumulam água. Toda água, assim como a matéria orgânica que cai de outras plantas e se decompõe e flui diretamente para o corpo da planta. 

É uma espécie capaz de purificar o ar, capturando o CO2 do ambiente e transformando-o em oxigênio.

Já é possível encontrar no mercado belíssimas variedades da Samabaia-ninho-de-passarinho. Algumas delas são o Asplênio Crespo (Asplenium nidus ‘crisp wave’), Asplênio Osaka Crespo, Asplênio Osaka Liso e Asplênio Crissie.

Asplênio Crespo

Asplênio Crissie

Veja agora como cuidar do Asplênio Nidus:

Qual a luz ideal para cultivar o Asplênio em casa?

Os Asplênios são plantas de meia-sombra ou sombra.

Como já vimos, na natureza o Asplênio vive em florestas e recebe aquela luz que chega por entre as folhas das árvores e das plantas mais altas.

Na sua casa, escolha um local com luz média e constante, que imite as condições da floresta. Uma boa opção é colocá-lo perto de uma janela bem iluminada, com luz filtrada. 

Se apenas um lado da planta estiver recebendo luz, gire-a de vez em quando para que seja iluminada uniformemente. Isso ajudará a manter sua forma sempre homogênea.

Uma dica importante:  não deixe seu Asplênio sob luz direta do sol nem em locais muito escuros.

O Asplênio se desenvolverá melhor em locais com boa iluminação, próximo a uma janela por exemplo, mas sem sol direto.

Qual a mistura de plantio mais indicada para o Asplênio?

Use uma mistura rica em matéria orgânica, bem soltinha, capaz de reter umidade, porém, com boa drenagem.  Você pode adicionar fibra de coco para melhorar ainda mais seu substrato.

Como regar o Asplênio?

Um dos principais fatores para se ter sucesso no cultivo do Asplênio é a rega.

Despeje água diretamente no substrato, por toda a volta da planta, até perceber que a água está escoando pelos furos do vaso, mas evite aguar o miolo do Asplênio.

Procure manter a mistura úmida, mas nunca encharcada, pois isso pode fazer com que as raízes apodreçam.

Apesar das samambaias precisarem do substrato sempre úmido, o Asplênio tolera que sua mistura seque por completo, o que ajuda bastante caso você esqueça de regar de vez em quando. Porém, recomendo que evite ao máximo que isso aconteça, e dê preferência em manter a terra sempre umedecida.

Na hora de regar, coloque água somente na mistura. Evite aguar o miolo da planta.

Como adubar a Samambaia-Ninho-de-Passarinho?

Antes de mais nada, é importante que você saiba que o Asplênio é uma planta de crescimento lento. 

Por isso, nada de adubar além do recomendado ou mesmo escolher adubos com alta concentração de nutrientes achando que vai ajudar a planta a se desenvolver mais rápido. 

Pelo contrário, isso poderá prejudicá-la originando folhas deformadas com manchas ou margens amarronzadas e amareladas.

Existem fertilizantes específicos para samambaias e folhagens, que você encontrará com facilidade no mercado. Recomendo que escolha os de liberação lenta.

Você também pode adubar seu Asplênio com um fertilizante balanceado do tipo NPK 10-10-10  conforme as instruções do fabricante.

Se preferir uma adubação orgânica, o que inclusive vai ajudar a melhorar a qualidade do substrato, use Húmus de Minhoca e farinha de casca de ovo.

Qual a temperatura ambiente ideal para o Asplênio?

Sendo plantas nativas de florestas tropicais, os Asplênios se dão bem em ambientes com temperatura normal em torno de 26° e umidade alta.

A Samambaia-Ninho-de-Passarinho não suporta temperaturas muito baixas e pouca umidade no ar que são características, por exemplo,  de  ambientes com uso prolongado de ar condicionado. Locais com vento também devem ser evitados.

Uma dica que vale para todas as samambaias é pulverizar água nas folhas frequentemente, principalmente nos períodos mais quentes do ano.

Ao pulverizar o Asplênio, aproveite para limpar suas folhas que, por conta do tamanho e formato, acumulam muita poeira. Um pano macio pode ser usado para ajudar, porém, repare se existem folhas em formação, que nas primeiras semanas são bem tenras, e não devem ser tocadas.

A limpeza das folhas ajudará a planta a respirar melhor e se desenvolver. 

Dica extra: não use nenhum tipo de produto para manter as folhas brilhantes!

O formato e tamanho das folhas do Asplênio favorecem o acúmulo de poeira.
Procure limpar regularmente pulverizando água nas folhas

Como fazer mudas de Asplenium nidus

Sendo uma samambaia, o Asplenium Nidus se multiplica somente por esporos que surgem no verso das folhas, o que torna o processo de reprodução bastante difícil de ser feito em casa. 

Por isso, acredito que seja bem mais interessante comprar plantas novas e saudáveis que você facilmente vai encontrar à venda, do que se preocupar em fazer mudas de Asplenio em casa.

Milhões de esporos se concentram em formações amarronzadas (esporângios) na parte de trás das folhas dos Asplênios.

No entanto, pode acontecer do seu Asplênio se multiplicar naturalmente e você perceberá uma nova muda crescendo junto à terra na lateral da planta. Nesse caso, espere algumas semanas para que a muda cresça e só aí, divida a touceira com muito cuidado.

Coloque a nova plantinha em um vaso com substrato apropriado e dê a ela as condições para crescer bonita e saudável.

Veja agora o resumo que preparei com tudo que vimos aqui:

Nome popular

Asplênio

Nome científico

Asplenium nidus

Família

Polypodiaceae

Sombra, sem incidência de sol

Rico em matéria orgânica, com boa drenagem

Rega frequente para manter a mistura úmida

Recomendado nos dias mais quentes e secos

Deve ser evitado

Divisão de touceiras desde que a planta se multiplique naturalmente
ou por esporos (difícil de ser realizada em casa)

Sem restrições

Agora que você já sabe bastante sobre o Asplênio e viu como é fácil cultivar essa folhagem incrível, que tal ter um aí sua casa?

Se esse conteúdo foi útil para você, não deixe de compartilhar com todos aqueles que amam plantas!

Leia também

como cuidar de ripsalis

Ripsális Cacto-macarrrão

Aprenda a cuidar e tirar mudas fácil, fácil

Como cuidar da Costela de Adão

Costela de Adão

Conheça os segredos para ter sucesso no cultivo da Monstera

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

como cuidar da palmeira rafis raphis ráfia

Palmeira Ráfis

Como cuidar da palmeira mais versátil que você pode ter em casa

Chifre-de-veado

Aprenda a cuidar desta samambaia escultural

Como cuidar da comigo ninguém pode

Comigo-ninguém-pode

Como cuidar do jeito certo e seguro

Como cuidar do Antúrio

7 Segredos para você ter Antúrios sempre bonitos (e com flores)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

como cuidar da avenca

Como cuidar de Avenca

7 dúvidas que podem matar sua planta

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

como regar plantas em vasos - Blog Plantas em Casa

Como regar plantas em vasos

5 dúvidas que matam suas plantas

suculentas pintadas

Suculentas Pintadas

Isso é tudo que você precisa saber sobre elas

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

como identificar cactos e suculentas

Como identificar Cactos e Suculentas

Conheça o livro que vai ajudar você a identificar seus cactos e suculentas

PUBLICIDADE

Participamos do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE