Como cuidar das Marantas

Conheça a planta que é uma verdadeira obra de arte

Se você aprecia plantas com folhas estampadas com diferentes desenhos e cores,  provavelmente já despertou para a beleza das Marantas.

Os desenhos nas folhas parecem até que foram feitos à mão por conta da grande quantidade de detalhes. 

Como cuidar das Marantas

Em algumas espécies, como acontece na Maranta-tricolor (Stromanthe thalia ‘Triostar’), percebem-se verdadeiras pinceladas em tons de verde e branco numa linda obra de arte. 

Essas lindas folhagens são nativas do Brasil.

As Marantas são também conhecidas como rezadeiras, porque curiosamente juntam suas folhas durante a noite.

A família das marantáceas é composta por aproximadamente 31 gêneros e cerca de 550 espécies de plantas tropicais com folhagem bastante decorativa. Fazem parte dessa família, os gêneros Calathea, Ctenanthe, Goeppertia e Stromanthe mas, suas espécies quase sempre recebem o nome popular de Marantas.

Conheça agora algumas dessas variedades e aprenda a cuidar das Marantas:

Maranta-zebrada / Maranta burle-marxii
Ctenanthe burle-marxii

maranta-burle-marxi

Maranta-tricolor ou Maranta Triostar
Stromanthe thalia 'Triostar'

Maranta tricolor

Calatéia-pena-de-pavão / Maranta Pavão
Calathea makoyana

maranta pavão calatéia-pena-de-pavão

Caeté-redondo / Maranta orbifolia
Calathea rotundifolia var. fasciata

calathea-orbifolia, Maranta-orbifolia

Maranta-zebra / Calatéia-zebra
Maranta zebrina

Maranta zebra

Maranta leuconeura
Maranta leuconeura

Maranta-bigode-de-gato
Maranta leuconeura var. "Erythroneura"

Maranta bigode de gato

Maranta-riscada
Goeppertia majestica

Maranta riscada

Maranta-medalhão
Goeppertia veitchiana 'Medallion'

Maranta medalhão

Maranta-cinza
Ctenanthe setosa

Maranta cinza

Maranta-cascavel
Calathea lancifolia

Maranta cascavel

Depois de ver tanta beleza, chegou a hora de saber como cuidar das Marantas! Vamos lá?

Qual o melhor local para cultivar a Maranta?

As marantas são plantas de meia-sombra ou sombra. Elas se adaptam muito a ambientes de interior. Prefira colocar sua Maranta próxima à janela, onde receba uma boa quantidade de luz filtrada, mas sem sol direto. Para algumas variedades, a luminosidade excessiva pode afetar a cor das folhas, deixando-as murchas e com as bordas secas e amarronzadas.
Um detalhe importante: as marantas não reagem bem a temperaturas muito baixas nem muito altas. A temperatura ideal para elas fica em torno de 18oC.

Como regar a Maranta

As marantas apreciam um substrato completamente úmido, mas não encharcado. Sendo assim, jamais deixe secar por completo a mistura, pois isso pode afetar bastante sua planta.

Na dúvida, não se esqueça da técnica do dedo: coloque o dedo no substrato e aprofunde um pouco. Se seu dedo sair limpo, é porque o substrato já não está totalmente úmido e será preciso regar até que a água comece a sair pelos furos do vaso.

como regar as marantas

No inverno, espere a parte superior do substrato ficar seca para voltar a regar.

E aqui vai uma dica de ouro: em locais muito secos e abafados, apoie o vaso sobre um pratinho cheio com pedriscos e água, de forma que se mantenha a umidade constante em volta da planta. 

Algumas literaturas recomendam que as Marantas sejam regadas de preferência com água da chuva para que a planta não seja afetada por acúmulo de calcário. Pessoalmente rego minhas marantas somente com água comum da torneira e todas estão lindas e saudáveis já há alguns anos. Cabe a você decidir que tipo de água vai usar na hora de regar.  

Qual substrato deve ser usado no cultivo da Maranta?

Utilize uma mistura rica em matéria orgânica, capaz de permanecer úmida por mais tempo.

Substratos contendo terra preta e húmus de minhoca são os mais indicadas.

Se precisar trocar o vaso, opte por modelos mais baixos ou mesmo bacias, pois as Marantas não possuem um sistema de raízes muito profundo. Quanto mais fundo o vaso, maior será a necessidade de rega, pois a parte do substrato onde estão as raízes secará primeiro.

Ainda sobre o vaso, lembre-se que a Maranta gosta de substrato úmido e caso opte por um vasinho de barro, saiba que vai precisar regar com mais frequência já que o barro absorve bastante a água.

Como adubar as Marantas ?

Fora da natureza, as plantas precisam da nossa ajuda para ficarem mais fortes e resistentes a pragas e doenças, e assim poderem crescer saudáveis. Para isso, use um adubo equilibrado, do tipo NPK 10-10-10 conforme as instruções do fabricante, alternando com adição de húmus de minhoca.

Pragas e doenças nas Marantas

Como toda e qualquer planta de interior, as Marantas estão sujeitas a pragas e doenças. Por isso, é tão importante adubarmos nossas plantas.

Infelizmente, o problema mais comum em Marantas são as tão famosas cochonilhas. Observe com frequência sua planta, principalmente no verso das folhas e nas junções entre folhas e caules, e inicie o combate ao primeiro sinal de infestação.

Como fazer mudas de Marantas ?

A Maranta pode ser multiplicada por divisão de touceiras ou tufos.  Para isso, é só separar uma parte da planta composta por 2 a 3 caules, mantendo uma boa parte de raízes.

Plante cada muda num vaso pequeno contendo a mistura apropriada e umedecida.

Algumas espécies como a Maranta-pena-de-pavão, também podem ser multiplicadas por estaca.

Veja agora um resumo de tudo que falamos sobre as Marantas:

Nome popular

Maranta

Família

Marantaceae

Meia-sombra e sombra

Rico em matéria orgânica, com boa drenagem

Rega frequente para manter a mistura úmida

Recomendada nos dias mais quentes e secos

Sem contra-indicações
Não tolera temperaturas abaixo de muito baixas

Divisão de touceiras e por estaca de caule que possua 2 ou 3 folhas

Agora que você sabe bastante sobre Como cuidar das Marantas, aproveite a grande variedade de estampas e cores e encha sua casa com essa linda planta!

Não deixe de compartilhar essas informações com quem ama plantas!

Leia também

como cuidar da pata-de-elefante

Como cuidar da Pata-de-elefante

Tudo que você precisa saber para cultivar do jeito certo

Aprenda a cuidar da Costela-de-adão

Costela de Adão

Conheça os segredos para ter sucesso no cultivo da Monstera

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

como cuidar da palmeira rafis raphis ráfia

Palmeira Ráfis

Como cuidar da palmeira mais versátil que você pode ter em casa

Aprenda a cuidar do Chifre-de-Veado

Chifre-de-veado

Aprenda a cuidar desta samambaia escultural

Como cuidar do Antúrio

7 Segredos para você ter Antúrios sempre bonitos (e com flores)

Como cuidar da comigo ninguém pode

Comigo-ninguém-pode

Como cuidar do jeito certo e seguro

Como cuidar do Asplenio

Asplênio / Samambaia Ninho-de-passarinho

Aprenda o jeito certo de cuidar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

como cuidar da avenca

Como cuidar de Avenca

7 dúvidas que podem matar sua planta

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

como regar plantas em vasos - Blog Plantas em Casa

Como regar plantas em vasos

5 dúvidas que matam suas plantas

suculentas pintadas

Suculentas Pintadas

Isso é tudo que você precisa saber sobre elas

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

como identificar cactos e suculentas

Como identificar Cactos e Suculentas

Conheça o livro que vai ajudar você a identificar seus cactos e suculentas

como cuidar de ripsalis

Ripsális Cacto-macarrrão

Aprenda a cuidar e tirar mudas fácil, fácil

PUBLICIDADE

Participamos do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE