Pular para o conteúdo

Plantas em casa

Como cuidar das Violetas

como cuidar das violetas africanas

Tudo o que você precisa saber para ter belas e saudáveis Violetas em casa

As violetas são uma das mais populares plantas de interior, desde o tempo de nossas avós. Afinal, quem não lembra dos vasinhos de violeta à beira das janelas lá pelos anos 80 e 90?

Elas são lindas, vêm em uma grande variedade de tipos, cores e tonalidades e são bem fáceis de serem cuidadas, pois não exigem muita manutenção.

PUBLICIDADE

Estas plantas se desenvolvem sob a luz solar indireta e podem durar por muitos anos.

As Violetas Africanas são cultivadas como plantas ornamentais desde o século 19.

Tudo começou quando o Barão Walter von Saint Paul-Illaire, um comissário distrital alemão em serviço na África, notou estas belezinhas roxas em suas caminhadas entre as rochas e montanhas na Tanzânia.

Fascinado com a descoberta, enviou sementes da planta para seu pai, um botânico alemão e jardineiro-chefe real nos Jardins Herrenhausen, na Alemanha.

A espécie ganhou nomenclatura científica e se tornou nome do gênero da flor, Saintpaulia, em homenagem ao seu descobridor

Em pouco tempo, as violetas africanas estavam alegrando as casas por toda a Europa e mais tarde, conquistando o mundo com seus híbridos.

Estima-se que existam por todo o mundo mais de 6.000 variedades originadas da Violeta-africana selvagem, a Saintpaulia difficilis, que tem um tom de roxo escuro.

Por aqui, encontramos variedades bicolores, com pétalas dobradas, triplicadas, com bordas onduladas, fazendo delas plantas altamente colecionáveis. Apesar da grande quantidade de tipos disponíveis, todas elas obedecem às mesmas regras para cultivo.

Violeta africana branca com bordas lilases

Violetas bicolores: apenas uma das milhares de variedades da espécie.

Quer saber como cuidar das violetas africanas? Este artigo é para você!

Aqui estão 4 regras básicas e algumas dicas profissionais para cuidar e cultivar as violetas africanas em sua casa. Continue lendo para garantir belas e saudáveis violetas.

A luz ideal para as Violetas

As violetas africanas são fáceis de cultivar se você seguir algumas regras. A primeira delas é com relação à luz.

Você deve oferecer a elas as condições que teriam em sua selva nativa: luz solar intensa e filtrada, como aquela luz que atravessa por entre as árvores.

Procure um local próximo a uma janela bem iluminada, mas onde o sol não chegue diretamente.

Não coloque suas violetas sob o sol forte direto, pois as flores irão secar e as folhas ficarão com manchas amarelas.

Em ambientes de pouca luz, sua violeta dificilmente dará flores além de ficar com as folhas bem escuras. Além disso, um ambiente de muita sombra vai deixar as hastes estioladas, e a planta perderá seu formato original.

Vasos de violeta colocados juntos a uma janela bem iluminada

Cultive suas violetas em um local com bastante luz natural, mas sem luz direta do sol.

Como regar as Violetas Africanas

A segunda regra para ter sucesso com as violetas é não exagerar na água.

As Violetas Africanas são bastante suscetíveis a doenças ocasionadas por excesso de umidade na mistura, e isso inclui o apodrecimento das raízes.

Então, regue com moderação! 

Coloque á água diretamente na terra até que a água comece a pingar pelo fundo do vaso, e só volte a regar quando a terra estiver quase seca. Como saber? Basta afundar o dedo no substrato e sentir se está úmido ou não. Se estiver úmido, seu dedo sairá sujo de terra, mas se sair limpo, significa que está seco e pode ser molhado.

PUBLICIDADE

Uma boa forma de evitar que o substrato fique muito úmido, é cultivar suas violetas em vasinhos de barro, com substrato bem soltinho e camada de drenagem. Além de muito charmosos, eles ajudam a absorver a água mais rapidamente.

E por falar em camada de drenagem, não deixe de ler nosso guia completo Aprenda a fazer a Camada de drenagem da forma correta e pare de perder suas plantas.

Se sua violeta africana estiver florida, evite a todo custo molhar as folhas, pois é provável que a água atinja as flores e resulte em doenças causadas por fungos.

As folhas das violetas africanas possuem uma penugem, os tricomas, micro estruturas da planta que absorvem umidade do ambiente, por isso, evite deixar cair água nas folhas. Se estiverem sujas, use um pincelzinho macio para limpar.

Em plantas bem desenvolvidas onde a folhagem cobre praticamente todo o substrato, levante as folhas de baixo com cuidado para regar direto na terra. Um regador de bico fino vai facilitar seu trabalho.

COmo regar violetas africanas

Regue as violetas diretamente no substrato. Levante as folhas de baixo com cuidado para colocar água direto na terra. Um regador de bico fino vai facilitar seu trabalho.

As violetas africanas são um pouco exigentes com relação à temperatura da água da rega. Jamais use água gelada, principalmente no outono e inverno, pois isso pode causar manchas nas folhas. As violetas ficam mais felizes se a água estiver levemente morna ou em temperatura normal no verão.

Aqui vai uma dica extra: deixe a água da torneira descansar por uns dois dias para que o cloro evapore antes de regar ou pegue água da chuva para molhar suas violetas africanas. Isso pode fazer bastante diferença no desenvolvimento delas.

A temperatura ambiente ideal para cultivar Violetas

As violetas africanas se desenvolvem bem em ambientes úmidos com temperatura entre 20 e 25o. 

Evite colocá-las em locais com vento ou em ambientes com ar condicionado.

Se você mora em regiões de clima muito seco ou estiver cultivando suas violetas em local com baixa umidade do ar, apoie o vasinho sobre um prato cheio de pedriscos cobertos por água, sem deixar que a água atinja o fundo do vaso. Isso ajudará a aumentar a umidade no ar ao redor da planta.

PUBLICIDADE

Adubar para florirem por mais tempo

As violetas são plantas lindas, mas sem dúvida, seu principal atrativo são as flores que, infelizmente, não duram o ano todo.

Depois de uns 4 a 5 meses que as violetas chegam na nossa casa, os nutrientes daquele substrato ricamente adubado durante a produção começam a se esgotar, e a planta perde a força para voltar a florir.

Então o que fazer para que as violetas não passem pela época de floração sem flores?

O ideal é que você use um adubo específico para violetas, vendidos em garden centers e supermercados ou no link da nossa loja abaixo. Eles possuem uma formulação balanceada para a espécie, e devem ser usados de acordo com as instruções do rótulo.

Mas você também pode usar adubos para floração, porém, recomendo que use a metade da dosagem indicada no rótulo. 

Se optar pela versão granulada, aplique sempre com o substrato molhado, espalhe bem o produto sobre a terra e regue em seguida.

Mas atenção: adubo em excesso pode causar danos ou mesmo matar sua violeta!

Para quem prefere adubos orgânicos, o Bokashi é uma ótima alternativa.

E aqui vai uma dica para dar uma bela florada nova: se perceber que as flores estão começando a murchar deixando a planta com um visual sem graça, arranque todas elas. Isso mesmo! Sem dó, dê uma beliscada em cada uma das flores, deixando a planta apenas com folhas. 

Mas você vai precisar ir além disso e cortar as folhas mais velhas em volta de toda à base da planta, inclusive brotinhos, deixando apenas um miolo de folhas. Essa técnica vai fazer com que a violeta concentre as energias em um processo de rebrotamento. Volte a adubar depois de uma semana.

Lembre-se: adubar é apenas uma das regras fundamentais para que você tenha sucesso no cultivo das violetas africanas. Se você oferecer as condições adequadas de luz, rega, temperatura ambiente e adubar regularmente, sua planta estará em forma para lhe oferecer uma bela florada na época certa.

Você sabia que as flores de violetas tem formatos diferentes? As pétalas dessa lilás, são chamadas de dobrada, notem que parece um formato de rosa e a violeta na cor branca, são chamadas de simples. Outra curiosidade que poucos sabem é que as violetas dobradas duram 2 vezes mais. (Fonte: postagem do instagram @rmflores_holambra)

Como fazer mudas de Violetas

Aproveite as folhas que você retirou da sua violeta para fazer mudas.

Escolha folhas adultas e saudáveis, mantendo cerca de 2,5 a 4cm do caule e espete-as em um recipiente com substrato bem soltinho e furos para escoar a água. Você pode apoiar a folha em 2 palitinhos, para que fique mais firme e consiga enraizar mais facilmente. Coloque seu berçário de violetas em um local bem iluminado, sem sol direto, e mantenha a mistura úmida.

Depois de umas seis semanas, provavelmente você verá um grupo de pequenas folhinhas se formando na base do caule, junto ao solo.
Quando tiverem pelo menos 4 folhas com cerca de 4 a 5 cm, separe-as com cuidado da folha-mãe e coloque-as em vasos, mantendo as raízes minúsculas envolvidas pelo substrato. A partir daí, comece a cuidar delas como plantas adultas.

Depois de umas seis semanas, já é possível ver um grupo de pequenas folhinhas se formando na base do caule das estacas de folhas de violeta usadas para fazer mudas.

Pragas e doenças nas violetas

Violetas são suscetíveis a ataques de cochonilhas e ácaros, mas o principal problema que você poderá enfrentar, diz respeito ao excesso de umidade.

Vimos que regar além do necessário pode provocar a podridão nas raízes, o que seria irreversível.

Contudo, deixar cair água nas flores e folhas da sua violeta pode causar problemas sérios. 

As flores ficam meladas, facilitando o aparecimento de fungos, como o Botrytis conhecido como mofo cinzento. O mesmo pode acontecer caso a água fique acumulada sobre as folhas.

Nesses casos, descarte as partes atacadas e fique de olho se o problema se alastrou pelo resto da planta.

PUBLICIDADE

Conclusão

As violetas africanas são tão fáceis de crescer dentro de casa que você não pode errar! 

Lembre-se das 4 regras básicas:

  • Cultive-as sob luz solar forte e filtrada, sem sol direto
  • Regue somente no substrato e sem excessos
  • Evite locais muito frios ou com vento 
  • Use adubo próprio para violetas

Se além disso, você adicionar uma boa dose de amor na hora de cuidar das suas violetas, com certeza estas plantas irão prosperar na sua casa. 

Veja agora um quadro com o resumo sobre as Violetas Africanas.

PUBLICIDADE

Nome popular

Violeta, Violeta africana

Nome científico

Saintpaulia ionantha

Família

Gesneriaceae

Meia sombra com luz intensa, sem sol direto

Bem drenante

Rega moderada, sem encharcamento, deixando o substrato ficar quase seco antes de regar

Não é recomendada.

NÃo tolera vento nem temperaturas muito baixas

Divisão de touceira, estacas de folhas

Sem relatos de toxicidade

Espero que este guia tenha lhe dado todas as ferramentas necessárias para cultivar violetas africanas saudáveis para alegrar sua vida.

Se tiver dúvidas, entre em contato. Terei prazer em lhe ajudar!

Não deixe de compartilhar essas informações com quem ama plantas!

Leia também

Mais recentes

Begonia Rex

Begônia Rex
Como cuidar da maneira certa

Revelamos alguns segredos para você ter essas plantas fantásticas sempre bonitas e saudáveis

Lirio da Paz

Lírio-da-Paz -
Aprenda a Cultivar e Cuidar

Os Lírios da Paz são fáceis de cultivar em casa, mas existe um segredo para terem sempre as charmosas flores brancas

poinsetia como cuidar

Como cuidar da Poinsétia -
Planta Bico-de-papagaio

Tudo que você precisa saber para ter sua Planta Bico de Papagaio bonita mesmo depois do Natal

como cuidar da pata-de-elefante

Como cuidar da Pata-de-elefante

Tudo que você precisa saber para cultivar do jeito certo

Mais lidos

como fazer a camada de drenagem em vasos

Como fazer a Camada de drenagem em vasos do jeito certo

Aprenda a fazer do jeito certo e pare de perder plantas

Como cuidar do Pacová

Como cuidar do Pacová

Aprenda como cultivar o Pacová ou Babosa-de-Pau na sua casa

como cuidar da Ludísia Orquídea pipoca

Como cuidar da Ludísia - Orquídea Pipoca

A orquídea fácil de cuidar

Como cuidar do Chifre-de-veado

Chifre-de-veado

Aprenda a cuidar desta samambaia escultural

como cuidar da avenca

Como cuidar de Avenca

7 dúvidas que podem matar sua planta

como cuidar de hera

Como cuidar da Hera

Saiba tudo sobre esta trepadeira bastante versátil

Como cuidar da Fitônia ou Planta Mosaico

Como cuidar das Fitônias

O Guia completo para cultivar e ter sua Fitônias — Fittonia albivenis — sempre bonitas em casa

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

Como cuidar da planta Jibóia

Como cuidar da Jibóia

Saiba tudo sobre a planta que vai bem em qualquer ambiente

como cuidar de ripsalis

Ripsális Cacto-macarrrão

Aprenda a cuidar e tirar mudas fácil, fácil

suculentas pintadas

Suculentas Pintadas

Isso é tudo que você precisa saber sobre elas

como cuidar da palmeira rafis raphis ráfia

Palmeira Ráfis

Como cuidar da palmeira mais versátil que você pode ter em casa

Como cuidar das marantas

Aprenda a cuidar das Marantas

Conheça a planta que é uma verdadeira obra de arte

Como cuidar da Pleomele

Como cuidar da Pleomele reflexa

Aprenda a cultivar e tirar mudas do jeito certo

Asplenio

Asplênio /
Samambaia Ninho-de-passarinho

Aprenda o jeito certo de cuidar

como cuidar de anturio

Como cuidar do Antúrio

7 Segredos para você ter Antúrios sempre bonitos (e com flores)

Como cuidar da comigo ninguém pode

Comigo-ninguém-pode

Como cuidar do jeito certo e seguro

Como cuidar da Costela de Adão

Costela de Adão

Conheça os segredos para ter sucesso no cultivo da Monstera

Como cultivar suculentas dentro de casa

Como cultivar suculentas em casa

Aprenda a escolher as suculentas certas para ter em casa

25 plantas toxicas para cães e gatos

Conheça 25 plantas tóxicas para Cães e Gatos

Provavelmente você tem uma delas em casa
(ou gostaria de ter)

como regar plantas em vasos - Blog Plantas em Casa

Como regar plantas em vasos

5 dúvidas que matam suas plantas

como identificar cactos e suculentas

Como identificar Cactos e Suculentas

Conheça o livro que vai ajudar você a identificar seus cactos e suculentas

ARTIGOS RELACIONADOS

ARTIGOS RECENTES

como cuidar da pata-de-elefante

Como cuidar da Pata-de-elefante

Tudo que você precisa saber para cultivar do jeito certo

Leia também

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

como cuidar de hera

Como cuidar da Hera

Saiba tudo sobre esta trepadeira bastante versátil

Participamos do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.

error: