Pular para o conteúdo

Plantas em casa

Begônia Rex Como cuidar da maneira certa

Begonia Rex

Revelamos alguns segredos para você ter essas plantas fantásticas sempre bonitas e saudáveis

Existem mais de 2.000 espécies de Begônias por todo o mundo, mas, sem sombra de dúvida, a Begônia Rex é a Top 1 no universo das begônias.

As Begônias Rex são super decorativas e suas folhas são extremamente vistosas e coloridas. Tão chamativas que acabam ofuscando as pequenas flores que surgem em cachos principalmente no final do verão e no outono.

PUBLICIDADE

Por conta da grande quantidade de cultivares produzidos hoje em dia — provavelmente mais de 500 — as folhas da Begônia Rex podem ser de formatos e texturas variadas, enrugadas, estampadas com manchas, listas ou salpicadas em tons de rosa, roxo, prata e vermelho, como se tivessem sido pintadas a mão. Além disso, o porte da planta também poderá variar.

E é justamente essa grande variedade de cores e formas, que desperta em muita gente a vontade de colecionar a Begônia Rex em casa.

Begônia Rex

A grande quantidade de cultivares produzidos hoje em dia, faz com que a Begônia Rex seja uma das espécies de plantas ornamentais com maior variedade de formatos, cores e texturas de folhas.

Begônia Rex flor

As pequenas flores da Begônia Rex surgem em cachos principalmente no final do verão e no outono. Elas têm pouco valor ornamental, pois são ofuscadas pela beleza das folhas bastante chamativas.

É bem provável que antes de chegar aqui nesse artigo, você já tenha visto vários posts e vídeos afirmando que a Begônia Rex é uma planta fácil de cuidar.  Contudo, é importante que saiba que apesar de ser ótima para dentro de casa, cultivá-la pode ser um desafio no início. 

Mas não desanime! Neste artigo você vai encontrar as principais dicas e alguns segredos que vão lhe ajudar bastante a ter a Begônia Rex bonita e saudável na sua casa.

Continue lendo e aprenda como cuidar da Begônia Rex.

Onde cultivar a Begônia Rex

As Begônias são originárias de florestas tropicais e úmidas, onde crescem em áreas de sombra. Então, nem pensar em colocar sua Begônia Rex em locais com sol direto, pois as folhas ficarão queimadas ou com manchas amarelas.

Escolha um local de meia-sombra ou até mesmo sombra, com luz forte e difusa, atrás de uma cortina mais fina, por exemplo.

Begonia Rex onde cultivar

A Begônia Rex deve ser cultivada sob a meia-sombra, com luz forte e difusa, protegida de vento e chuva.

A Begônia Rex pode receber de 2 a 3 horas daquele sol fraco do início da manhã ou do final do tarde. Aliás, são esses períodos de sol que vão fazer com que ela floresça. Mas lembre-se de um detalhe importante: dependendo da região onde você more ou da estação do ano, mesmo o sol do início da manhã ou do final de tarde pode ser muito forte para a Begônia Rex.  Sendo assim, avalie sempre as condições do local e troque sua planta de lugar ao primeiro sinal de que alguma coisa não vai bem.

Prefira sempre locais protegidos da chuva, sem vento e com temperatura ambiente normal, pois a Begônia Rex não tolera frio ou geada.

Já vimos que as Begônias Rex se desenvolvem em ambientes úmidos, e isso provavelmente é um dos maiores desafios para quem está começando a cultivar essas plantas dentro de casa, já que o ar seco predomina na maioria das moradias.

A baixa umidade faz com que as folhas da Begônia Rex fiquem com bordas marrons e acabem caindo depois de algum tempo.

Se perceber que isso está acontecendo com sua Begônia Rex, procure aumentar a umidade do local apoiando o vaso sobre um prato largo com pedriscos cobertos constantemente por água. Mas atenção: a água deve cobrir apenas os pedriscos, sem atingir o fundo do vaso.

PUBLICIDADE

Como regar a Begônia Rex

Assim como acontece com a maioria das plantas de casa, a água em excesso consegue matar a Begônia Rex mais facilmente do que sua falta. 

Por conta de seus caules carnudos, as Begônias Rex armazenam água, por isso são consideradas plantas semi-suculentas.

Begonia Rex

As Begônias Rex possuem caules carnudos que armazenam certa quantidade de água.

Elas apreciam um solo levemente úmido que, na verdade, pode ficar quase seco antes de ser regado novamente: evite deixar que a mistura fique totalmente seca, esturricada.

Não é muito difícil perceber quando a Begônia Rex está com sede. Se notar que o caule tem aparência firme, mas suas folhas estão levemente caídas e murchas, é sinal de que ela precisa de água. Na dúvida, nada melhor do que afundar o dedo no substrato e conferir se o dedo sai limpo ou sujo. Saindo limpo, é hora de regar.
Para aprender a regar plantas em vasos da forma correta, não deixe de ler nosso guia completo Como regar plantas em vasos e pare de matar suas plantas.

Na hora de regar, use água em temperatura ambiente, não muito fria. Regue direto na terra até perceber que a água está pingando pelos furos do vaso e só volte a regar quando o substrato estiver perto de secar.

Se regar em excesso, o substrato ficará encharcado podendo causar podridão nos rizomas e raízes, além de favorecer o aparecimento de fungos,  principalmente nos meses mais frios. Folhas caídas com caules moles e melados, são os primeiros sinais de que você errou na rega. Nesses casos, é possível salvar a planta retirando as folhas meladas e aguardando o substrato secar, desde que nenhum processo de apodrecimento tenha começado na parte subterrânea da planta.

Um detalhe importante: evite molhar as folhas! As Begônias Rex têm folhas cobertas por pequenos pelos, e mantê-las molhadas é um convite para que fungos ou mesmo manchas apareçam. 

E aqui vai um segredo que pode fazer toda a diferença:

Pode até parecer que a Begônia Rex é uma planta mimada, mas segundo alguns produtores e botânicos ela prefere ser regada com água da chuva ou água descansada. 

Dependendo da região onde você more, é possível que a água da torneira — mesmo sendo própria para consumo — contenha uma quantidade de sais que não são bem processados pelas Begônias Rex, provocando bordas marrons nas folhas. 

Sendo assim, acredito que vale o esforço em captar um pouco de água da chuva ou deixar um pouco de água da torneira descansar por 2, ou 3 dias antes da rega, para que sua Begônia Rex fique mais feliz e saudável.

Que substrato usar para replantar a Begônia Rex?

Se precisar trocar sua Begônia Rex de vaso, use um substrato rico em matéria orgânica, fibroso, bem soltinho, com boa drenagem e capaz de reter umidade.

Uma boa opção é usar 2 partes de substrato para plantio ou mudas, 1 parte de areia grossa e 1 parte de fibra de côco ou casca de pinus triturada (sem tanino).

Begonia Rex onde cultivar

Como adubar a Begônia Rex?

As Begônias Rex que encontramos à venda em supermercados, floriculturas e garden-centers passam por um processo intenso de adubação nas estufas dos produtores. Por conta disso, não é necessário adubá-las antes de 4 a 6 meses depois da compra. Após esse período, você pode usar um adubo equilibrado do tipo NPK 10-10-10 conforme as instruções do fabricante, húmus de minhoca ou esterco misturados levemente ao substrato.

PUBLICIDADE

Como fazer mudas de Begônia Rex?

Você pode fazer mudas de Begônia Rex por divisão de touceira ou estaca de folha.

Por divisão de touceira: 

Está é a forma mais rápida e prática de obter novas mudas de Begônia Rex. 

Basta identificar na base da planta as touceiras – grupos de caules que partem de um mesmo rizoma. Na hora de dividir a planta, procure manter uma boa quantidade de torrão envolvendo o rizoma e raízes, pois estas são bastante frágeis. 

Por estaca de folha:

Arranque uma folha saudável que possua um caule de 3 a 5cm, e espete-a num vaso com substrato apropriado. Mantenha o substrato levemente umedecido.

Para as 2 técnicas, molhe a mistura em seguida, sem deixar cair água nas folhas.

PUBLICIDADE

Que tipo de vaso usar para plantar a Begônia Rex?

A Begônia Rex possui raízes pouco profundas.  Então, evite vasos muito fundos, que podem acabar atrapalhando na hora de saber o momento certo para regar.

É fundamental que o modelo escolhido tenha furos e uma boa drenagem.  E para aprender a fazer a camada de drenagem, não deixe de ler o passo-a-passo completo Como fazer a Camada de Drenagem do jeito certo e pare de perder suas plantas“.

Evite, também,  vasos de barro sem impermeabilização interna, pois vão absorver muita água da mistura.

PUBLICIDADE

Pragas e doenças na Begônia Rex

As begônias Rex são bastante sensíveis a fungos e bactérias, por isso, evite o excesso de umidade no substrato ou molhar suas folhas.
Lembre-se, também, de sempre higienizar tesouras e ferramentas de jardinagem com Álcool 70 antes de usar.

A Begônia Rex é tóxica?

Assim como todas as Begônias, a Begônia Rex é considerada tóxica para cães e gatos.

Ela contém Oxalatos de cálcio solúveis, concentrados em maior quantidade na parte subterrânea da planta. A ingestão de partes da planta pode causar vômitos, salivação em cães e gatos.

Então, se suspeitar que seu pet ingeriu um pedaço da planta, consulte seu veterinário o mais rápido possível.

Para saber mais sobre as plantas que oferecem riscos para cães, gatos e até mesmo crianças, não deixe de ler nosso artigo  25 plantas tóxicas para cães e gatos – Provavelmente você tem uma delas em casa ou gostaria de ter.

Veja agora um resumo das principais informações que reunidas neste artigo:

Nome popular

Begônia Rex, Begônia Beleaf

Nome científico

Begonia-rex

Família

Begoniaceae

Meia sombra / sombra

Rico em matéria orgânica

Rega moderada, sem encharcar o solo

Somente em dias muito secos e não deve ser feita com frequência, pois pode favorecer o aparecimento de fungos

Sensível a vento e correntes de ar

Divisão de touceira, estacas de folha

Não deve ser mastigada ou ingerida por conta da presença de cristais de oxalato de cálcio, principalmente nas partes subterrâneas

Agora que você aprendeu como cuidar da Begônia Rex, comece hoje mesmo a aplicar essas dicas.

Pode ser que você encontre alguma dificuldade no início, mas não desista dessa folhagem incrível.

Lhe desejo sucesso com suas plantas aí na sua casa!

Não deixe de compartilhar essas informações com quem ama plantas!

Leia também

Mais recentes

Zamioculcas Como cuidar

Zamioculcas - Aprenda a cultivar e cuidar

Uma planta fácil de cuidar e que vai bem em ambientes de pouca luz

Lirio da Paz

Lírio-da-Paz -
Aprenda a Cultivar e Cuidar

Os Lírios da Paz são fáceis de cultivar em casa, mas existe um segredo para terem sempre as charmosas flores brancas

poinsetia como cuidar

Como cuidar da Poinsétia -
Planta Bico-de-papagaio

Tudo que você precisa saber para ter sua Planta Bico de Papagaio bonita mesmo depois do Natal

como cuidar da pata-de-elefante

Como cuidar da Pata-de-elefante

Tudo que você precisa saber para cultivar do jeito certo

Mais lidos

como fazer a camada de drenagem em vasos

Como fazer a Camada de drenagem em vasos do jeito certo

Aprenda a fazer do jeito certo e pare de perder plantas

Como cuidar do Pacová

Como cuidar do Pacová

Aprenda como cultivar o Pacová ou Babosa-de-Pau na sua casa

como cuidar da Ludísia Orquídea pipoca

Como cuidar da Ludísia - Orquídea Pipoca

A orquídea fácil de cuidar

Como cuidar do Chifre-de-veado

Chifre-de-veado

Aprenda a cuidar desta samambaia escultural

como cuidar da avenca

Como cuidar de Avenca

7 dúvidas que podem matar sua planta

como cuidar de hera

Como cuidar da Hera

Saiba tudo sobre esta trepadeira bastante versátil

Como cuidar da Fitônia ou Planta Mosaico

Como cuidar das Fitônias

O Guia completo para cultivar e ter sua Fitônias — Fittonia albivenis — sempre bonitas em casa

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

Como cuidar da planta Jibóia

Como cuidar da Jibóia

Saiba tudo sobre a planta que vai bem em qualquer ambiente

como cuidar de ripsalis

Ripsális Cacto-macarrrão

Aprenda a cuidar e tirar mudas fácil, fácil

suculentas pintadas

Suculentas Pintadas

Isso é tudo que você precisa saber sobre elas

como cuidar da palmeira rafis raphis ráfia

Palmeira Ráfis

Como cuidar da palmeira mais versátil que você pode ter em casa

Como cuidar das marantas

Aprenda a cuidar das Marantas

Conheça a planta que é uma verdadeira obra de arte

Como cuidar da Pleomele

Como cuidar da Pleomele reflexa

Aprenda a cultivar e tirar mudas do jeito certo

Asplênio /
Samambaia Ninho-de-passarinho

Aprenda o jeito certo de cuidar

como cuidar de anturio

Como cuidar do Antúrio

7 Segredos para você ter Antúrios sempre bonitos (e com flores)

Como cuidar da comigo ninguém pode

Comigo-ninguém-pode

Como cuidar do jeito certo e seguro

Como cuidar da Costela de Adão

Costela de Adão

Conheça os segredos para ter sucesso no cultivo da Monstera

Como cultivar suculentas dentro de casa

Como cultivar suculentas em casa

Aprenda a escolher as suculentas certas para ter em casa

25 plantas toxicas para cães e gatos

Conheça 25 plantas tóxicas para Cães e Gatos

Provavelmente você tem uma delas em casa
(ou gostaria de ter)

como regar plantas em vasos - Blog Plantas em Casa

Como regar plantas em vasos

5 dúvidas que matam suas plantas

como identificar cactos e suculentas

Como identificar Cactos e Suculentas

Conheça o livro que vai ajudar você a identificar seus cactos e suculentas

ARTIGOS RELACIONADOS

ARTIGOS RECENTES

como cuidar da pata-de-elefante

Como cuidar da Pata-de-elefante

Tudo que você precisa saber para cultivar do jeito certo

Leia também

Como cuidar de samambaia

Como cuidar de Samambaia

O Guia completo para ter samambaias sempre bonitas

como cuidar da peperomia melancia

Peperômia Melancia

Como cuidar do jeito certo

como cuidar de hera

Como cuidar da Hera

Saiba tudo sobre esta trepadeira bastante versátil

Participamos do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.

error: